Bem vindos ao justalittegirl um blog onde você irá encontrar de tudo um pouco, cinema, música, séries, moda e muito mais! É diversão e informação em um único lugar! Então, confiram!!

domingo, 6 de novembro de 2016

Quem é Negan?


Finalmente, depois de meses e meses, The Walking Dead voltou, com um público e audiência maior no mundo e junto com a nova temporada veio o temido Negan, interpretado por Jeffrey Dean Morgan. E se você achava que "O Governador" era o maior vilão de todos, Negan superou facilmente. Para quem não lembra dele, interpretou Denny em Grey's Anatomy e certamente arrancou muitas lágrimas em você, assim como em mim e fez Will em P.S.: Eu te amo (Odiar esse cara, é tarefa difícil para mim, tendo em vista esse histórico de personagens maravilhosos que me fizeram chorar de emoção). Mas.... Com Negan, o coração desta canceriana que escreve, chora agora é com as mortes que ele causou.

Negan sempre está com sua inseparável Lucile (o taco de beisebol com arame farpado) é o líder do grupo dos Salvadores que extorquem todos os outros grupos de sobreviventes. Para quem não lembra na sexta temporada (cuidado spoilers), Rick & cia passam a ajudar Hiltop e acaba enrascado pelo grupo de Negan.

O vendedor de carros (ocupação anterior) ainda sobrevive nos quadrinhos e precisamos ver como será o desenrolar da história, para saber qual será o seu final.

Tendência: sapatos metalizados

É febre em todas as vitrines e lojas que passamos os sapatos metalizados, sejam tênis (maior febre), sandálias, sapatos e rasteiras. E tem para todos os gostos e bolsos.
Não só os metalizados, mas os brancos (principalmente os tênis) viraram queridinhos de todas nós consumidoras.
A tendência dos metalizados começou nos desfiles de moda no alto verão de 2015 e os sapatos passaram a bombar apenas este ano.

Na gringa marcas como Dior, Mango e Zara fazem com que o sapato seja tendência tanto lá fora, quanto aqui. E marcas brasileiras como a Schutz, Arezzo e Vizzano, fazem a cabeça das consumidoras.

Vamos a algumas dicas?











Esses tênis oxford, me falem, tem como não se apaixonar??


domingo, 12 de junho de 2016

RIP Christina Grimmie


Uma das finalistas da sexta temporada do The Voice dos EUA, foi assassinada na noite do dia 10, após realizar um show e dar autógrafos a fãs, um atirador desferiu três tiros contra a cantora que não reagiu aos ferimentos e veio a óbito.

Uma perda precoce ao mundo da música, de um talento natural e belo. Inspiradora de outros finalistas do The Voice, como Matt McAndrew, que foi um dos primeiros a se manifestar sobre o ocorrido nas redes sociais.

Vários artistas prestaram solidariedade à família, incluindo Adam Levine (seu técnico na temporada), Demi Lovato, Nick Jonas, Selena Gomez....

Dia dos namorados

Acho que hoje é o dia mais amoroso do ano, principalmente para quem está apaixonado. Sabemos que um relacionamento para que dure tem que ter renúncias, companheirismo, respeito, amizade e acima de tudo amor. E como hoje é um dia em que se enche de corações que tal lembrarmos casais queridinhos da ficção? Difícil foi fazer a lista, são tantos....

Casket maravilhosos, até hoje ainda inconformada com o fim de Castle. (Castle)


Emily e Daniel, como não amar? (Revenge)

Merder <3 a="" anatomy="" come="" greys="" o="" oltamcdreamy="" onde="" ou="" p="" paix="" por="" rey="" s="">
Christina e Owen, ai como eu adorava. #VoltaChristina (Grey's Anatomy)

Izzie e Carev, a redenção dele. #VoltaIzzie (Grey's Anatomy)


Tenho a ligeira sensação de que é meu casal favorito da ficção, quem nunca quis um Chuck Bass na vida? Pelo menos ele existiu na ficção, rs. Bluck <3 girl="" nbsp="" ossip="" p="">
Rachel e Finn.... Nem comento, lindos (Glee)

Regina e Gancho, a transformação da Rainha Má. (Once Upon A Time)

RajGrey, oops, só Raj e Maya mesmo (Caminho das Índias)

Paulina e Carlos Daniel (gente, todos nós assistimos A Usurpadora). (A Usurpadora)
 
Bella e Edward, as team Jacob, me desculpem, mas o amor era dos dois. (A Saga Crepúsculo)

Blaine e Kurt, fofos, fofos, fofos, fofos... (Glee)

Arizona e Callie (Grey's Anatomy)

Minha diva Audrey, eternizando Holly no fim de Bonequinha de Luxo, Holly e Paul. (Bonequinha de Luxo).

Brooke e Lucas, como sinto falta dessa série. (One Three Hill)


Beth e Daryl, porque você tinha que morrer Beth? :'( (The Walking Dead)

Serena e Dan, maravilhosos (Gossip Girl)

Gabriela e Troy, marcaram uma geração (High School Music)

Glenn e Maggie, ai eu me lembro de como a última temporada acabou... Bate uma aflição (The Walking Dead)

Izzie e Denny levaram todas as minhas lágrimas... (Grey's Anatomy) 

Emily e Jack, ai <3 evenge="" p="">
Jack e Rose, precisa falar? (Titanic)

Kate e Sawyer, como não lembrar daqueles momentos (mas sempre preferi Jack). (Lost)

Lexie e Sloan, quando Mc Steamy se foi, deixei Grey's, rs. (Grey's Anatomy)

Rick e Michonne, fogoooooooos. (The Walking Dead)

Gancho e Emma (meu casal queridinho das séries que ainda estão no ar). (Once Upon A Time)

Branca de Neve e Encantado, clássicos. (Once Upon A Time)

Minha diva eterna de novo, eternizando Sabrina, junto com Bogarth, eternizando Linus. (Sabrina)

Carrie e Mr. Big, impossível não lembrar. (Sex And The City)

Jack e Kate, meu preferido de Lost. (Lost)

Monica e Chandler (Friends)

Riley e Will, maravilhosos (Sense8)

Kala e Wolfgang - até hoje tentando superar aquela cena do casamento. (Sense8)

domingo, 22 de maio de 2016

Britney Spears 2016 Billboard Music Awards Performance

Uma princesa nunca perde o posto, Britney lacrou nessa abertura. Já acho que ela podia lançar algo novo logo...

Dica de filme: o maravilhoso agora


Oi pessoal, tudo bem? Em um domingo, que muito provavelmente eu deveria estar estudando, me peguei procurando filmes no Netflix e me deparei com "O Maravilhoso Agora", ou "The Spetacular Now" - título em inglês.

Estrelado pelo lindinho e talentosíssimo Miles Teller (Whiplash) e Shailene Woodley (A Culpa é das Estrelas). Miles interpreta Sutter, despreocupado com a vida, sem nunca ter terminado os estudos, que vivia constantemente mudando de namoradas, mas ao levar o fora de uma, acaba bêbado no jardim da casa de Aimee (Woodley).

Ela vivia ajudando os pais, não tinha muitos amigos e era um pouco nerd, ele era despreocupado com os estudos e a vida. Daí, surge uma relação improvável entre ambos. Ele, na iminência de mais uma vez perder o ano, pede a ajuda de Aimee como sua tutora e as coisas acontecem.

O filme as vezes é um pouco monótono, mas a história contada por ele é muito linda. Vale a pena.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Blake Shelton - Go Ahead and Break My Heart (Audio Official) (ft. Gwen S...













Oi pessoal, acordei com essa música fofa, fofissima, dos apaixonados Blake e Gwen, eu adorei, e sim, é uma música chiclete, mas é tão boa de ouvir... <3

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ar de Lisboa

Hoje me veio um ar de Lisboa… Em um momento durante o trabalho hoje, senti, momentaneamente, o ar lisboense. E me vieram recordações sobre uma das cidades mais lindas da Europa (em minha humilde opinião).

Me lembro como se fosse hoje, minha primeira viagem internacional para lá. Praticamente a porta de entrada da Europa para os outros países (pelo menos, sempre foi a minha porta de entrada para desbravar os países europeus).

Moro em uma cidade que praticamente faz sol o ano inteiro e dias de chuvas é um terror, e não é o Rio de Janeiro, como bem dizia Adriana Calcanhoto que “os cariocas não gostam de dias nublados” em uma de suas músicas.

Fui no inverno lembro de um frio BEM maior que o do meu ar condicionado (tão inocente esta pessoa que escreve, rs). E naquele ar gelado, eu falava e saia a fumacinha (achava O MÁXIMO), e isso foi assim que coloquei os pés para fora do aeroporto, praticamente congelando com um temperatura em volta dos 10ºC.

Nunca tinha pego um frio tão grande (mal sabia eu, que um ano depois pegaria - 11º C), e senti no meio daquele frio, que na época era tormentoso, o ar de Lisboa. Não era um ar puro, como estou acostumada em minha cidade litorânea, era um ar mais pesado, poluido, que em algumas vezes tive dificuldades de respirar, mas eu estava ali, sentido o ar da Europa.

Obviamente que o primeiro contato com o frio e com um ar diferente do quente brasileiro, típico do nordeste, é um choque. Mas, apenas em um primeiro momento. Passado o baque inicial, passei a curtir Lisboa, perceber o quão imersa a cidade estava em história (bom, me formei em Direito, então… A história está intimamente ligada ao Direito, lembro que na época eu estava em meu primeiro ou segundo ano de faculdade, e tudo que eu via relacionado ao Direito eu achava simplsmente o MÁXIMO). Coincidência ou não, me hospedei em frente ao fórum, rs.

No primeiro dia, observar a Doca de Belem, o Mosteiro dos Jerônimos, a Torre de Belém, numa parte mais da ribeira de Lisboa, foi me fazendo ter um encantamento pela cidade (que até então, eu só queria saber de Paris, rs), e eu fui percebendo o quanto a cidade é linda e cheia de encantos.

Andar a pé, em viagens, é a melhor coisa do mundo, você conhece e desbrava muitas coisas, em Lisboa não foi bem assim, apesar de ter andado bastante em outras cidades. Mas deu para conhecer algumas coisas, além de degustar os deliciosos pastéis de Belém, na própria Belém, observar uma arquitetura que muito se assemelha com a brasileira, obviamente. Afinal, fomos colonizados pelos portugueses e as arquiteturas mais clássicas (não chamo nem de antigas), são deveras parecidas.

E aquele ar pesado e aquele frio que pareciam insuportáveis no começo do texto, passam a ser normais e a fazerem parte do dia a dia dos lisboenses, brasileiros, franceses, italianos, ou qualquer pessoa que lá esteja. Depois de dias andando de casacos pesados, uma blusa de manga comprida passou a surtir efeitos, o nariz que incomodava com o frio, parou de reclamar e passei a me adaptar aquele novo ambiente, não conhecido por 19 ou 20 anos de idade (não me lembro, rs). Isso tudo para concluir que: o ser humano é totalmente adaptável e que independente da mudança que você queira, por mais difícil que seja, você consegue. Basta pegar esse exemplo do ar de Lisboa e levar para a vida.

Indicados ao "Ivor Novello Awards"

Oi pessoal,

aos que acompanham meu blog, devem saber minha paixão por artistas ingleses. Pois bem, o Ivor Novello Awards é uma das maiores premiações do Reino Unido sobre música, e tem dois dos meus queridinhos concorrendo, James Bay e Ed Sheeran.

Confiram a lista de indicados:

Melhor Canção Musicalmente e Liricamente
“Bloodstream” – Ed Sheeran
“Wasn’t Expecting That” – Jamie Lawson
“Bros” – Wolf Alice

Melhor Canção Contemporânea
“All My Friends (feat. Tinashe, Chance the Rapper)” – Snakehips
“Cargo” – Roots Manuva
“Shutdown” – Skepta

Trabalho Mais Apresentado
“Hold My Hand” – Jess Glynne
“Hold Back The River” – James Bay
“King” – Years & Years

Melhor Álbum
“Darling Arithmetic” – Villagers
“In Colour” – Jamie xx
“Matador” – Gaz Coombes


A premiação ocorre em 19 de maio deste ano.

domingo, 10 de abril de 2016

Deu vontade de escrever...

Estava aqui me preparando para dormir, ouvindo minha playlist Nacional (fiquem a vontade para seguir, por favor, ela está bem fofinha) e já que o sono não aparecia, me deu vontade de escrever, só não sei sobre o que. Abri a página em branco e comecei a pôr palavras no papel.

Falar sobre o amor, eu já falei, sobre amizade, também.... Então... Sobre o que falar?

Depois de certo tempo olhando para a folha em branco, me decidi sobre o que escrever. O assunto? Felicidade. 

Do começo, me veio em mente a pensar o que leva às pessoas a viverem infelizes. Não que ninguém viva 24h por dia felizes, óbvio que há rotina, estresses diários, trabalho, desilusões - de todos os gêneros - e diversas outras coisas que podem levar alguém a viver em estado de tristeza profunda.

Bom, alguns fatores podem ser essenciais para que isso aconteça, afinal, quando, principalmente, se acabam relacionamentos amorosos, as pessoas tendem a se entristecer. Claro, somos todos de carne e osso, há sentimento e sangue correndo nas veias e ninguém é frio o suficiente de não sentir nada.

Acontece que relacionamentos acabam e terminam todos os dias, os casais que parecem perfeitos, podem não ser, os outros que nem parecem tanto, acabam sendo. Enfim... Lidar com o fim de um relacionamento pode ser doloroso, mas não se pode deixar que algo traumático anule a sua felicidade.

Quantas vezes quebramos a cara? Quantas vezes achamos que erramos? Pois é, perguntas... Sofrimento faz parte, mas onde fica a felicidade?

Coincidência ou não, começou a tocar "Românticos" de Vander Lee (uma das minhas músicas preferidas dele), e então vou escrever sobre o tema central do texto: felicidade.

Então, acho que a felicidade deve SEMPRE ser procurada, sem medo de novas desilusões, afinal, para que se chegue a ela, é imprescindível que se tenha algo essencial: o amor próprio. Encontrando isso, você será feliz, independente de estar só ou com alguém. Você pode ser feliz com você mesma, com amigos, com um amor, enfim... Não existem muitas regras.

Independente de todos os fatores do dia-a-dia, apegue-se aos momentos de um sorriso, de um abraço, de uma mensagem carinhosa, de um beijo afetuoso ou de um beijo calorosamente apaixonado, ou de pequenas ações de gentileza, 

Ame-se, viva intensamente cada dia, fique junto de pessoas que te fazem bem, seja no seio familiar, de amizade, com o namorado, noivo, marido... Enfim, busque diariamente o que te faz, que você vai encontrá-la.

Não procure um defeito em tudo, busque uma qualidade, procure sempre ver o lado bom das coisas, não vá pelo pessimismo, seja otimista, não desacredite das pequenas coisas, confie no próximo, enfim... Seja feliz e uma ótima semana.

SING STREET - Adam Levine "Go Now" Music Video

Oi pessoal, essa é a nova música do Adam Levine, eu amei, achei uma perfeição <3.



A música faz parte da trilha do filme "Sing Street", que eu já quero ver só por causa dessa música, rs.







terça-feira, 8 de março de 2016

Ellie Goulding - Something In The Way You Move

Hoje a dica é de single, e a escolhida foi Ellie Goulding.

A cantora está com um álbum primoroso e escolheu uma das músicas mais dançantes para single, e está mais do que aprovado.

Curtam a música abaixo.

quinta-feira, 3 de março de 2016

Peça coringa para estar sempre arrumada: Saia midi

A saia midi é aquela cujo comprimento é pouco abaixo do joelho, geralmente vem acompanhado de cintura alta. O modelo evoluiu com o passar dos tempos e pode ser utilizado como cropped, ou vir no estilo enviesado, rodado ou justo.

CUIDADO!!! Apesar da elegância que este tipo de saia proporciona, deve-se ter cuidado com o sapato para não correr o risco de achatar a perna, então meninas, coloquem os saltos para fora!

Vamos ver como usar?

Gente, Audrey casou de saia midi, ela já era tendência na época (afinal a saia surgiu na década de 50 e 60), ícone de estilo essa mulher.

 Blake Lively

 Mariana Rios

 Thaila Ayala

 Thassia Naves

 Taylor Swift

E ai? Curtiram, agora arrasem!